Morretes

Morretes

Essa pitoresca cidadezinha é dominada pelo sinuoso rio Nhundiaquara e a pela Mata Atlântica. É o destino favorito dos Curitibanos que querem relaxar, especialmente durante fins de semana quando os restaurantes ficam lotados e muitas pessoas descem de trem.

 

De frente para a serra do mar você encontra a Estação de Trem, que é por onde a maioria dos visitantes chegam. Daqui você pode ir caminhando para o centro da cidade enquanto descobre seus encantos.

 

 

 

As casas mais antigas foram construídas de frente para o rio Nhundiquara. Em quase todos os restaurantes à beira do rio você terá a oportunidade de experimentar o “barreado”, prato tradicional da Costa Paranaense. A carne é cozida por muitas horas em uma panela lacrada e é servido com farinha de mandioca, arroz e bananas.

 

Casa Rocha Pombo: é um cento cultural que está localizado no Largo Dr. José Pereira, nº 43. A Casa foi construída em homenagem ao talentoso Rocha Pombo, um historiador, professor, escritor e político nascido em Morretes e muito famoso no Paraná. O estilo simples e colonial do período dos jesuítas caracteriza a construção, que tem duas frentes uma para o rio Nhundiaquara e a outra para a cidade.

 

 

 

A igreja de São Benedito fica localizada no encontro das Ruas Conselheiro Sinimbu e Fernando Amaro. Acredita-se que foi construída pelos escravos em 1765, mas que sua fundação só foi firmada em 1863.

 

Foi construída no estilo colonial, e uma torre foi adicionada mais de meio século depois por iniciativa do Capitão Roberto França.

 

 

 

 

 

 

Estrada da Graiosa

 

Pitoresca e cheia de curvas essa é antiga estrada colonial (PR 410). O começo dessa antiga e sinuosa estrada está a 31 Km de Curitiba na BR 116. É uma estrada belíssima que atravessa a Mata Atlântica, descendo até o litoral.

 

Existem diversos pontos para parada com mirantes e quiosques que vendem produtos típicos da região, onde também existem banheiros.A ponte de ferro sobre o Rio Mãe Catira e o Caminho dos Jesuítas são alguns pontos interessantes desse local.

 

 

 

Cascatinha

 

Seguindo a Rua Marcos Malucelli por 5 Km junto ao Rio Marumbi você encontrará uma bela reserva natural que possuí um ótimo espaço de lazer e descanso com um grande lago cercado por uma floresta verdejante.

 

Aqui você pode mergulhar, acampar e até mesmo fazer churrasco. Esse local tem uma ótima infraestrutura com banheiros, vestiários e lanchonete.

 

 

 

Salto dos Macacos

 

O Salto dos Macacos proporciona uma vista espetacular pois jorra à uma altura de 70 metros sob uma laje de granito, criando uma piscina natural impressionante. Enquanto você estiver dentro do trem, não perca a cachoeira do Redondo,

 

que tem 20 metros de largura, a desmoronar-se em uma queda de 30 metros. Para chegar lá de trem, desembarque na Estação Engenheiro Lange e caminhe por 2 ou 3 horas. O local fica a 4 Km de Porto de Cima e tem 2 horas de caminhada para chegar lá.

 

 

 

Rio Nhundiaquara

 

O Rio Nhundiaquara divide a cidade de Morretes como um todo. A origem de seu nome vem das palavras dos nativos da região, “nhundi” – peixe – e “quara” – Buraco. No passado o rio era uma importante conexão entre o primeiro planalto e o litoral. A pratica de canoagem e pesca são possíveis por um percurso de 12 Km, onde o rio é navegável.

 

Para os que buscam diversão e aventura, aqui você poderá fazer o “boia cross”, lembre-se de olhar para a ponte antiga que fica no centro da cidade, esta foi construída há mais ou menos 100 anos e reformada em 1975.

 

 

Contate Nos

 

 

facebook twitter instagram youtube

© Copyright 2018 Steve Bryant